You are browsing the archive for elza.

Open Knowledge Brasil apoia a candidatura do Garoa Hacker Clube para o CGI.br

- January 18, 2017 in cgi.br, comitê gestor da internet do brasil, Destaque, Open Knowledge Brasil

 
wlan-1710249_1280

Foto: Pixabay / https://pixabay.com/photo-1710249/

Você sabia que o Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI.br) tem um papel fundamental para a internet livre e funcional do jeito que ela está hoje? Nascido em 1995 durante o boom da internet brasileira, ele reúne representantes do governo, empresas, organizações civis e academia. Em 2003, após pressão da sociedade civil, a Presidência editou o Decreto Nº 4.829, ampliando a competência do Comitê e dispondo que os membros não governamentais fossem eleitos por formação de colégio eleitoral de cada setor, em um processo transparente, com votação não secreta. O processo de eleições do CGI.br para os representantes que o integrarão durante o triênio 2017-2019 teve início em 2016, e vai até maio de 2017. Nós, da Open Knowledge Brasil, nos inscrevemos como parte do colégio eleitoral da sociedade civil e apoiamos a candidatura da Amanda Yumi pelo Garoa Hacker Clube. “Ela está alinhada com os valores da OKBR, acreditamos que vai levar propostas e realizar posicionamentos que a organização compartilha”, conta Ariel Kogan, diretor-executivo da Open Knowledge Brasil. Importância do CGI.br Pouca gente sabe como o CGI.br funciona, como seus membros são eleitos e que qualquer organização da sociedade civil pode participar do Comitê. Segundo o site do CGI.br, a organização estabelece diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil e diretrizes para a execução do registro de Nomes de Domínio, alocação de Endereço IP (Internet Protocol) e administração pertinente ao Domínio de Primeiro Nível “.br”. Além disso, também promove estudos e recomenda procedimentos para a segurança da Internet, propõe programas de pesquisa e desenvolvimento que permitam a manutenção do nível de qualidade técnica e inovação no uso da Internet. Pra quem quer entender melhor esse processo, o manual “Como Participar do Comitê Gestor da Internet: um manual para a sociedade civil”, da Coalizão Direitos na Rede, conta todos os detalhes. Como apoiar a candidatura da Amanda? Organizações que estão inscritas poderão votar nela, já pessoas ou organizações que não estão inscritas podem apoiar a candidatura da Amanda procurando aquelas organizações que já estão inscritas e sugerindo apoio a sua candidatura. Para conhecer mais sobre sua candidatura e entrar em contato com a Amanda e o Garoa, veja mais informações no site da Candidatura CGI.br. Flattr this!

Open Knowledge Brasil realiza webinário com Paola Villarreal

- January 13, 2017 in Dados Abertos, okbr webinar series, webinário

password-704252_1280 No dia 24/01, às 13h, a Open Knowledge Brasil vai realizar o segundo webinário do “OKBR Webinar Series: conhecimento & informação abertos pelo mundo” com Paola Villarreal, Fellow do Berkman Klein Center, programadora/data scientist. Paola trabalha na ACLU em Massachusetts em projetos relacionados à justiça social utilizando dados abertos e tecnologias livres e vai falar sobre Dados para a Justiça. Em dezembro, a OKBR realizou o primeiro webinário com o empreendedor Bart van Leeuwen sobre “Dados linkados e prevenção de emergências”. O ciclo de webinários tem o objetivo de promover conhecimento e informação abertos por meio de boas práticas para ampliar e qualificar a discussão sobre o assunto no Brasil. As inscrições são gratuitas e limitadas para participar no dia, mas o webinário será gravado e disponibilizado com legendas no canal da Open Knowledge Brasil no YouTube. Quem quiser fazer a sua inscrição para o webinário do próximo dia 24/01, com Paola, é só preencher a nossa lista de presença. As vagas são limitadas (temos 25 ao todo). Se estiver cheia, acompanhe os canais da OKBR para saber quando vamos liberar o vídeo de cada webinário. Leia também:Open Knowledge Brasil realiza ciclo de webinários com especialistas em conhecimento aberto Flattr this!

Apresentação da OKBR agora está disponível em inglês

- January 12, 2017 in apresentação, Open Knowledge Brasil

capa-ingles Em novembro de 2016, divulgamos a nossa nova apresentação, em português. Ela está disponível para ser utilizada por membros da comunidade para apresentar a OKBR em reuniões, palestras, eventos e outras atividades onde seja interessante contar quem somos e sobre o que é nosso. Nesta quarta-feira (11/01), divulgamos a versão da apresentação em inglês. Flattr this!

Projeto Gastos Abertos busca líderes nas diversas regiões do Brasil

- January 11, 2017 in Destaque, Gastos Abertos

gastos-abertos Nesta quarta-feira 11/01, o Gastos Abertos lançou seu novo site com a campanha “Seja um líder do Gastos Abertos” para buscar e apoiar novos líderes nos municípios brasileiros que queiram trabalhar com transparência, principalmente do orçamento público. O apoio será realizado com capacitações de mentores especializados em Direito, Transparência, Tecnologia e Dados Abertos. O objetivo é aumentar a transparência na execução orçamentária, processos licitatórios e gestão contratual das cidades. Para que os líderes possam alcançar resultados concretos, a equipe do Gastos Abertos vai desenvolver um cronograma com cada um deles, utilizando o marco legal existente, apoio dos mentores e ferramentas digitais para aumentar a transparência e a participação no processo orçamentário. “O novo site é uma referência para organizar as missões e ações dos novos líderes, para que a sociedade civil possa realizar o monitoramento dos gastos públicos, assim como acadêmicos e jornalistas tenham acesso aos dados orçamentários das cidades”, conta Lucas Ansei, programador da plataforma. Segundo Thiago Rondon, coordenador do Gastos Abertos, os mentores terão papel fundamental para a formação dos líderes.”Eles são especialistas com experiência no assunto e vão oferecer suporte via uma conferência online com direcionamentos para que o impacto das ações destes novos líderes seja efetivo”, conta. Outro objetivo dessa nova etapa do projeto é fazer com que prefeitos de todo o país assinem a Carta Compromisso do Gastos Abertos e realizem as ações concretas previstas na carta. Seja um líder do Gastos Abertos em 2017 Segundo Thiago, haverá uma agenda inicial de atuação, um passo a passo para que qualquer pessoa possa ajudar a ampliar a transparência na cidade onde mora. “ “Queremos empoderar as pessoas para que elas possam fazer isso por conta própria. Para potencializar a divulgação, vamos ter líderes em cidades-piloto que terão suporte direto do Gastos Abertos.” Os candidatos a líderes do Gastos Abertos podem se inscrever pelo site entre os dias 11 e 30 de janeiro. Ao todo, a equipe do Gastos Abertos vai selecionar, nesta primeira etapa, 15 líderes por meio das respostas oferecidas pelo formulário de inscrição. b-facebook-lideres Flattr this!

Como foi o ano de 2016 para a OKBR?

- December 22, 2016 in Open Knowledge Brasil

Sem dúvidas, 2016 vai ficar para a história como um dos anos mais turbulentos e intensos dos últimos tempos. Ele foi repleto de eventos que geraram muitas incertezas em relação ao presente e ao futuro da nossa sociedade. Ao mesmo tempo, ofereceram também oportunidades concretas de mudança e aprimoramento na forma em que nos organizamos e tomamos decisões, sendo o conhecimento e as tecnologias livres peças fundamentais desse processo. Na Open Knowledge Brasil, tivemos mudanças na Diretoria Executiva, no time  e nos Conselhos da organização; de forma colaborativa, realizamos um planejamento estratégico até 2018  – passo fundamental para alinharmos as expectativas em relação aos focos de atuação e metas da Open Knowledge Brasil. Também definimos e começamos a utilizar o novo espaço de participação e registros da comunidade da Open Knowledge Brasil, que é o DiscussOKBR. O Abdo e o Peter nos ajudaram a construir o manual de funcionamento e uso dessa ferramenta . Convidamos todas e todos a participarem e ocuparem esse espaço. Graças a uma ideia da Yaso, começamos um ciclo de webinários chamado de “OKBR Webinar Series: conhecimento & informação abertos pelo mundo” com objetivo de promover conhecimento e informação abertos por meio de boas práticas para ampliar e qualificar a discussão sobre o assunto no Brasil. Tudo isso com a colaboração de especialistas no assunto. Neste ano, no dia 6 de dezembro, realizamos o encontro com o empreendedor Bart van Leeuwen. Neide de Sordi, em Brasília, Ariel Kogan e Thiago Rondon, em São Paulo, ocuparam espaços de participação institucionais na construção dos Planos de Governo Aberto Nacional e Subnacional, respectivamente. A OGP (Open Government Partnership) é um dos processos estratégicos de participação da OKBR. O Gastos Abertos, projeto coordenado pelo Thiago Rondon, construiu uma nova estratégia de mobilização e atuação para 2017 e lançou o novo site. Estamos integrando com o Open Spending, da Open Knowledge Internacional, e construindo uma parceria com o projeto Meu Município, da Fundação Brava. Já começamos o levantamento das informações necessárias para a construção do Open Data Index Brasil e Subnacionais (São Paulo e Rio de Janeiro). Isso está sendo possível graças à parceria que fechamos com a FGV-DAPP, que disponibiliza uma equipe super engajada de pesquisadores que estão realizando essa tarefa. Temos muitas outras novidades para contar em relação aos projetos que estão sendo desenvolvidos e que esperamos desenvolver em 2017. Para que você possa acompanhar o andamento deles, acesse as nossas redes: Blog, Twitter e Facebook. Agradecemos todas e todos os parceiros que nos acompanham nessa caminhada. Sem dúvidas, o capítulo da Open Knowledge Brasil não existiria sem essas pessoas que, de alguma maneira, com mais ou menos dedicação, participam e contribuem para termos um mundo onde o conhecimento livre esteja cada vez mais presente em todo o nosso cotidiano, tanto no online quanto no offline. Um excelente 2017 para todos nós! Time e Conselheiros da Open Knowledge Brasil Flattr this!

Conheça o 3º Plano de Ação Nacional na Parceria para Governo Aberto (PAN-OGP)

- December 21, 2016 in governo aberto

foto-ogp A versão final (em português e inglês) do 3º Plano de Ação do Brasil na Parceria para Governo Aberto está disponível no site da Parceria para Governo Aberto. Ao todo, são 16 compromissos que contam com o envolvimento de 106 instituições. São 40 órgãos do Governo Federal (incluindo TSE, Procuradoria-Geral Eleitoral e Câmara dos Deputados), 7 representantes de Governos Estaduais, 3 representantes de Governos Municipais, 55 da sociedade civil e 1 do setor privado. A OKBR integra o GT da Sociedade Civil criado para assessorar o Grupo Executivo do Comitê Interministerial de Governo Aberto – GE-CIGA na elaboração e no monitoramento do Plano. Além disso, atuou no desenvolvimento dos seguintes compromissos: Compromisso 1. Identificar e implementar mecanismo para reconhecer problemas solucionáveis ou mitigáveis a partir da oferta de dados pelo governo, que atenda expectativas de demandantes e ofertantes. Compromisso 2. Elaborar matriz estratégica de ações em transparência, com ampla participação social, com vistas a promover melhor governança e garantir acesso e apropriação de dados e informações dos recursos públicos. Compromisso 14. Ampliar a participação social no PPA por meio do Fórum Interconselhos. O monitoramento efetivo da implantação do 3º Plano de Ação vai ser feito em conjunto pelo governo e sociedade civil – representada pelos membros do GT e pelas entidades que participaram da construção dos compromissos com o apoio logístico da CGU. O 3º Plano de Ação do Brasil foi considerado um avanço em relação aos planos anteriores, em termos de participação da sociedade civil. Espera-se que essa participação tenha assegurado a construção de compromissos mais dinâmicos e objetivos, bem como o aprimoramento da colaboração entre governo e sociedade.
  •  As entidades da sociedade civil que integram o GT são: Observatório Social de Brasília – OSB Instituto de Estudos Socioeconômicos – INESC Rede pela Transparência e Participação Social – RETPS Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola – IMAFLORA Open Knowledge Foundation Brasil – OKBR
  • Entidade do Segmento Acadêmico: Colaboratório de Desenvolvimento e Participação – COLAB/USP
  • Entidade Representativa dos Trabalhadores: União Geral dos Trabalhadores – UGT
Flattr this!

Confira a nossa newsletter de dezembro de 2016!

- December 17, 2016 in Destaque, Open Knowledge Brasil

brasilia Para que vocês fiquem por dentro da nossa newsletter de dezembro, aqui vai o conteúdo completo. Se você quer fazer parte do nosso mailing, envie uma mensagem pra gente no Facebook da OKBR com seu e-mail. >>Notícias
  • Open Knowledge Brasil lança Manifesto para identificação digital no Brasil Na quinta-feira (8/12), lançamos o “Manifesto para Identificação Digital no Brasil”! Ele é uma carta de princípios que visa assegurar que as iniciativas de Identificação Digital no Brasil assegurem os direitos básicos à privacidade e liberdade de expressão, além de ter, como norte, a segurança e o direito à propriedade dos próprios dados, ainda que estes estejam armazenados em servidores de terceiros. Confira a nota no nosso site para saber mais e fazer parte do processo.
OKBR participa de seminário sobre o Plano de Dados Abertos na Unifesp Na segunda-feira (7/11), Ariel Kogan, diretor-executivo da Open Knowledge Brasil, participou do I Seminário sobre o Plano de Dados Abertos na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp): “Dados abertos: caminho para a democracia, transparência e eficiência da universidade”. Open Knowledge Brasil divulga apresentação oficial “Nós, da Open Knowledge Brasil, acreditamos em um mundo onde as informações estão livres e disponíveis para permitir decisões mais conscientes sobre nossas vidas, o que compramos, em quem votamos. Um mundo onde a informação e o conhecimento estão ao alcance de todos”. Inspirados nessas palavras, nós criamos uma nova apresentação da Open Knowledge Brasil. OKBR participou do evento “O Futuro da Minha Cidade” Mobilizar a sociedade para ser protagonista no planejamento a longo prazo da cidade, com soluções sustentáveis e inovadoras para os próximos 20 anos. Essa é a proposta do projeto “O Futuro da Minha Cidade”, iniciativa da CBIC Brasil, com apoio do Sinduscon-DF. No dia 17/11, a iniciativa foi lançada no auditório do Sinduscon-DF. A Open Knowledge Brasil participou do evento e foi representada por Ariel Kogan, diretor-executivo da organização. Conselheiras da OKBR participam de Seminário de Inovação em Gestão Pública em São Paulo No dia 10/11, Anna Livia Arida e Bruna Santos, conselheiras da Open Knowledge Brasil (OKBR), participaram do Seminário de Inovação em Gestão Pública, promovido pela Universidade de Columbia no Brasil, em São Paulo (SP). Elas mediaram as discussões sobre “A emergente reforma do Estado Brasileiro: governança compartilhada na prática” e “Inovação em Políticas Sociais”. OKBR realiza reuniões em Brasília Em novembro, Ariel Kogan, diretor-executivo da Open Knowledge Brasil, esteve em Brasília (DF) para realizar reuniões com autoridades do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), do TSE e da Universidade de Brasília. Ele preparou uma nota contando cada reunião com os seus respectivos encaminhamentos. – Open Knowledge Brasil realiza ciclo de webinários com especialistas em conhecimento aberto Em novembro, lançamos a nossa série de webinários chamada de “OKBR Webinar Series: conhecimento & informação abertos pelo mundo”. O primeiro deles aconteceu no dia 6/12, sobre “Dados linkados e prevenção de emergências”, com o empreendedor Bart van Leeuwen. OKBR realiza reuniões com TSE e Ministério do Planejamento em Brasília No dia 29/11, Ariel Kogan, diretor-executivo da OKBR, esteve em Brasília (DF) com Thiago Rondon e Neide De Sordi – ambos membros da comunidade da Open Knowledge Brasil. Eles participaram de diversas reuniões com autoridades do Ministério do Planejamento e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No nosso site, Ariel contou os detalhes das reuniões e seus respectivos encaminhamentos. >> Artigos Dados abertos para melhorar a qualidade de vida das pessoas “A boa qualidade dos próprios dados públicos é um passo fundamental para o progresso nos indicadores econômicos, sociais e ambientais.” Ariel Kogan, diretor-executivo da Open Knowledge Brasil, fala sobre a importância dos dados abertos para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Software livre: tecnologia social para combater desigualdades digitais “Estamos debatendo agora a intenção de compra de software proprietário em grande volume pelo governo federal, mas vamos debater como essa ação pode auxiliar o ecossistema nacional para promover agilidade e economia através de empreendedorismo e capacitação?”, diz Thiago Rondon, conselheiro da Open Knowledge Brasil. Em seu texto, também publicado no Nexo, Thiago fala sobre software livre nos governos. Algoritmos ou inteligência artificial podem impactar nossas crenças nas eleições? “É inegável que o nosso modelo atual de economia e organização social apresenta dificuldades efetivas de participação por falta de ferramentas ou mecanismos para lidar com grande número de pessoas em rede, o que provavelmente nos torna uma sociedade egocêntrica e não orientada em buscar soluções para o ecossistema. De maneira geral, ainda delegamos decisões sobre o ecossistema também para indivíduos.”  Confira o artigo do Thiago Rondon, conselheiro da OKBR, sobre esse tema. Conheça e faça uso da Lei de Acesso à Informação Pública “Neste texto, busquei mostrar como é a atual situação dos portais de transparência no Brasil e sobre como podemos mudar esse cenário ao utilizar a LAI”, conta Lucas Ansei, pesquisador do Gastos Abertos da Open Knowledge Brasil e do AppCivico. >> Assuntos que estão sendo discutidos no DiscussOKBR O DiscussOKBR é o espaço de discussão oficial da OKBR para sociedade em geral e comunidade OKBR se engajarem nos assuntos que colocamos em pauta. Qualquer pessoa pode também sugerir assuntos por lá. Entre, sugira e participe! >> Antena OKBR Nós, da Comunicação da OKBR, estamos organizando fontes interessantes de sites e páginas de Facebook que fazem parte do universo da organização. Quem quiser colaborar, estamos reunindo essas informações neste documento. >> Acompanhe as contas da OKBR >> Acompanhe e participe dos canais da OKBR Facebook Twitter Medium DiscussOKBR Lista de e-mails Telegram Fórum  Flattr this!

FEE-RS lança ferramentas de visualização com dados abertos governamentais

- December 14, 2016 in Dados Abertos, Destaque

aplicativo Recentemente, a Fundação de Economia e Estatística (FEE-RS) lançou duas ferramentas de visualização que reutilizam dados abertos governamentais. Elas foram desenvolvidas pelo pesquisador Renan Xavier Cortes (renan@fee.tche.br). Visualização da Criminalidade Anual no Rio Grande do Sul De maneira interativa e dinâmica, o aplicativo CrimeVis-FEE – produto da Fundação de Economia e Estatística – apresenta os crimes dos municípios do Rio Grande do Sul (RS) com dados anuais disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública do RS (SSP-RS). Ele foi feito utilizando a ferramenta gratuita Shiny. PopVis: Portal Demográfico da FEE O aplicativo PopVis permite a visualização dos dados de demografia do Rio Grande do Sul. Ele faz uso das estimativas populacionais calculadas pelo Núcleo de Demografia e Previdência, vinculado ao Centro de Indicadores Econômicos e Sociais, da Fundação de Economia e Estatística. Além disso, utiliza dados de projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O PopVis foi feito utilizando a ferramenta gratuita Shiny. Fonte: Fundação de Economia e Estatística (FEE-RS) Flattr this!

Open Knowledge Brasil lança Manifesto para identificação digital no Brasil

- December 8, 2016 in Destaque, Sociedade

display-1677359_1280 Nesta quinta-feira (8/12), a Open Knowledge Brasil lançou o “Manifesto para Identificação Digital no Brasil”. “O objetivo do Manifesto é que sociedade se posicione em relação à privacidade e segurança de dados pessoais dos cidadãos, para tornar algo de tamanha importância – identificação digital – uma iniciativa transparente, segura, que não agrida liberdades”, conta Thiago Rondon, conselheiro da Open Knowledge Brasil que colaborou para a criação do Manifesto. O Manifesto para identificação digital no Brasil é uma carta de princípios que visa assegurar que as iniciativas implementem tecnologias digitais na identificação do cidadão no Brasil e possam assegurar os direitos básicos à privacidade e liberdade de expressão, além de ter, como norte, a segurança e o direito à propriedade dos próprios dados, ainda que estes estejam armazenados em servidores de terceiros. “É importante destacar que o Manifesto é um documento vivo. Abrimos um processo de consulta e aprimoramento dele no Github”, conta Ariel Kogan, diretor-executivo da OKBR. A OKBR vai buscar que autoridades responsáveis pela iniciativa dentro do governo se comprometam com os princípios do Manifesto. Será entregue para as autoridades do TSE, Ministério do Planejamento e Ministério da Transparência do Governo Federal. Como assinar? Para assinar o Manifesto basta enviar um e-mail para ariel@ok.org.br com o manifesto e a sua assinatura em formato PDF. Participe Leia a primeira versão do Manifesto para identificação digital no Brasil . Para receber novidades sobre o Manifesto e participar do processo, preencha o formulário que preparamos. Você pode também contribuir para o aprimoramento do Manifesto no GitHub. Flattr this!

OKBR realiza reuniões com TSE e Ministério do Planejamento em Brasília

- December 8, 2016 in Destaque, Open Knowledge Brasil

reunia-brasilia-novembro-okbr Por Ariel Kogan, diretor-executivo da Open Knowledge Brasil No dia 29 de novembro, estive em Brasília (DF) com Thiago Rondon e Neide de Sordi – ambos membros da comunidade da Open Knowledge Brasil. Participamos de diversas reuniões com autoridades do Ministério do Planejamento e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Seguem os assuntos que conversamos com cada um e os respectivos encaminhamentos acordados: Ministério do Planejamento – Open Data Index (ODI): possibilidade do estabelecimento de parceria para a realização de evento de lançamento em Brasília, em 2017. Vamos tentar realizar o levantamento dos dados necessários para construir o Open Data Index, utilizando também a metodologia de anos anteriores para viabilizar a comparação com a série histórica; – Foi apontado o interesse de ambas partes de assinar um Memorando ou acordo de entendimento/parceria (Memorandum of understanding, MOU) para a colaboração em diversas frentes; – Infraestrutura Nacional de Dados Abertos (INDA): Augusto irá tentar realizar a ponte com o responsável pela indicação de representante da sociedade civil para ocupar a cadeira no processo de construção; – ID Digital: Nos colocamos à disposição para compartilhar o conhecimento e os aprendizados da experiência da Estônia e do Reino Unido; TSE Estamos em busca de construir uma parceria para colaborar com o TSE nos assuntos relevantes que temos conhecimento e experiência. Foram realizadas três apresentações – sobre os assuntos abaixo – para juízes auxiliares da Presidência, assessores e diretores de unidades do TSE. Encaminhamentos – Foi apontado o interesse de ambas partes em assinar um MOU para a colaboração em diversas frentes; – Foi apontado o interesse de ambas partes de realizar um evento com os “arranjos de pagamentos” para discutir o papel destas empresas no período eleitoral; – O TSE vai facilitar o contato com responsáveis do Ministério de Planejamento para apresentação dos conhecimentos na área de ID Digital (cases da Estônia e Reino Unido); – E também contato com Senadores que estão trabalhando na reforma eleitoral para apresentar os aprendizados e sugestões do Voto Legal. Flattr this!