You are browsing the archive for Isis Reis.

OKBR e parceiros lançam Parlametria, ferramenta para acompanhar debates do Congresso

- December 5, 2019 in Destaque, Open Knowledge Brasil

O 4º Encontro Brasileiro de Governo Aberto, realizado em Brasília na última semana, marcou o lançamento do Parlametria, projeto da Open Knowledge Brasil em parceria com a Dado Capital e o Laboratório Analytics, da Universidade Federal de Campina Grande. A empreitada surgiu do esforço de organizações que trabalham com o monitoramento do legislativo para traduzir e dar sentido às mais de 27 mil proposições que tramitam hoje no Congresso Nacional, jogando luz na tramitação dos projetos, atuação dos parlamentares, discussões de comissões, etc.  Utilizando tecnologias livres, o Parlametria pretende que suas ferramentas e relatórios ajudem a sociedade civil a acompanhar e influenciar os debates que acontecem no Congresso Nacional. Navegando pelo site do projeto, é possível conhecer melhor as ferramentas desenvolvidas: Perfil Parlamentar e Leg.go. No Perfil Parlamentar, é possível verificar cruzamentos de bases de dados que revelam informações sobre quem são os deputados federais e senadores, como se posicionam nas votações e quais os seus vínculos e afinidades políticas e econômicas dentro e fora do Legislativo. Além de consulta individual, é possível ter uma visão geral das duas Casas Legislativas. Já o Leg.go mostra as proposições do parlamento. Nele, o aprendizado de máquina e a ciência de dados foram utilizados para coletar informações da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Com isso, identifica-se a temperatura das proposições, o que tramita com mais energia, como o conteúdo dos projetos é alterado e quem são os atores importantes nesse processo. As duas ferramentas estão em sua primeira versão e devem evoluir nos próximos meses. A plataforma também abriga relatórios temáticos, que aprofundam a análise sobre temas relevantes e devem ser publicados periodicamente. Os dois primeiros, já disponíveis, dizem respeito aos gargalos de transparência e à influência de setores econômicos nas doações de campanha dos parlamentares eleitos. Acesse a plataforma: http://parlametria.org.br Flattr this!

Programa Embaixadoras: espalhe tecnologias cívicas como o Serenata de Amor por todo o Brasil

- September 11, 2019 in Destaque, Open Knowledge Brasil

No último dia 7 de setembro a Operação Serenata de Amor completou 3 anos de existência. Desde 2016, muita coisa aconteceu: alguns objetivos do projeto se alteraram, a exposição na mídia cresceu, a Serenata se fundiu com a Open Knowledge Brasil e deu origem ao Programa de Inovação Cívica da organização. Uma única coisa não mudou: o desafio que é implementar projetos de tecnologia cívica em um país tão grande quanto o Brasil. Na trajetória da Serenata, dividimos, entre os integrantes, participações em centenas de eventos por vários estados, e até no exterior. Foram palestras, workshops e mesas de discussão. Em uma conta imprecisa, é possível dizer que o projeto foi apresentado pessoalmente para algumas dezenas de milhares de pessoas. Com o tempo e a exposição de um trabalho sólido, cada vez mais espectadores nos procuravam querendo participar do projeto. E se por um lado isso era um grande reconhecimento, por outro era um grande desafio. Como coordenar a expansão da Operação Serenata de Amor e de outros projetos de inovação cívica para outras cidades de forma assíncrona e bem distribuída? Finalmente, no 3º aniversário da Serenata, a Open Knowledge Brasil  lança uma iniciativa que auxilia nessa descentralização da participação, empoderando ainda mais a população: o Embaixadoras. O Embaixadoras surge para ampliar a rede de colaboração da Operação Serenata de Amor pelo território. Como o nome diz, a ideia é dar posse a cidadãos de todo o Brasil para cuidarem de um pedacinho do nosso trabalho de tecnologia cívica em suas cidades. Podemos, assim, ter várias embaixadas espalhadas por aí com o objetivo de fazer inovação cívica e melhorar a nossa democracia, com uso de tecnologias e metodologias abertas. Esse empoderamento se dará pelo suporte que daremos para que cada pessoa embaixadora possa realizar eventos, workshops e sprints em suas regiões, aumentando a eficiência do trabalho. Cada embaixadora terá como papel organizar esses encontros, documentar as iniciativas e manter uma comunicação fluida com a rede nacional, além, é claro de garantir um ambiente inclusivo e diverso. Um dos objetivos do Embaixadoras é dar continuidade ao projeto Querido Diário, que demanda um esforço coletivo descentralizado. Seu propósito é destrinchar os diários oficiais dos municípios brasileiros para levar informação à população local. Já pensou que incrível se tivermos uma grande quantidade de cidades com o Querido Diário ativo? O Embaixadoras vem para ajudar a viabilizar isso. Outro ponto de atenção é sobre a possibilidade de dar início a uma nova fase da Operação Serenata de Amor. Aqui, o horizonte é bem amplo. Podemos ter uma perspectiva de ação mais regionalizada, bem como podemos unir esforços para conseguir a evolução da abertura de dados no Senado Federal. Cada embaixadora vai ajudar na organização para que as propostas possam ser integradas à Operação. Para se tornar uma embaixadora, a pessoa não precisa ter uma formação específica. Pode ser técnica, pode ser jornalista, servidora pública e até ter fritado hambúrguer. Aqui vale tudo. A Operação Serenata de Amor é a favor da diversidade e do empoderamento da população a partir da inovação cívica. Essa semana, a equipe da OKBR recebeu Irio Muskopf, um dos fundadores da Serenata, para falar um pouco em uma live sobre a ideia do Embaixadoras e quais os objetivos teremos nessa fase do projeto. O vídeo está disponível para todos nesse link. Para fazer parte, basta preencher esse formulário e aguardar os próximos passos. Até o fechamento desse texto, mais de 50 pessoas embaixadoras já haviam se cadastrado, de 38 cidades diferentes. Esperamos você também. Flattr this!

No Camp Serrapilheira, OKBR apresenta projeto para tornar ciência brasileira mais aberta e colaborativa

- September 5, 2019 in Destaque, Open Knowledge Brasil

No dia 5 de setembro, a Open Knowledge Brasil participa de uma das sessões de apresentações do Camp Serrapilheira 2019. A apresentação será às 18h30 no auditório da Casa Firjan, junto de nomes como Deutsche Welle, Agência Pública, Ciência na rua, Ciência Hoje e Editora UFMG. Na apresentação, Fernanda Campagnucci, diretora-executiva da OKBr, fala sobre um projeto para tornar a ciência brasileira mais aberta e colaborativa. Com base nos princípios de ciência aberta e tomando como referência experiências e nacionais e internacionais,  a proposta é mapear e disseminar boas práticas de compartilhamento de dados e metodologias colaborativas de pesquisa. A OKBr foi uma das 36 iniciativas escolhidas para participar da segunda edição do Camp Serrapilheira, evento com o intuito de ajudar a ampliar a presença da ciência na cultura brasileira sob diferentes abordagens: jornalismo, educação, arte, produção audiovisual, entre outras. De 5 a 8 de setembro, o encontro abordará a importância da qualidade narrativa e de formas experimentais para a divulgação científica e promoverá uma reflexões sobre boas práticas de checagem de dados e sua importância para manter a precisão das informações na produção de conteúdo sobre ciência em um contexto de desinformação. As atividades do Camp Serrapilheira são gratuitas, abertas ao público e acontecem em dois lugares: na Casa Firjan e no Cinema Estação NET Rio. Grande parte da programação contará com interpretação simultânea de inglês para português e de Libras. Confira aqui a agenda completa do evento. Flattr this!

OKBR é selecionada para o Camp Serrapilheira 2019

- August 27, 2019 in Destaque, Open Knowledge Brasil

Em agosto, o Serrapilheira divulgou sua lista de organizações selecionadas para participar do Camp Serrapilheira 2019, principal iniciativa do Programa de Divulgação Científica do instituto. A Open Knowledge Brasil foi uma das 36 iniciativas escolhidas para ajudar a ampliar a presença da ciência na cultura brasileira sob diferentes abordagens: jornalismo, educação, arte, produção audiovisual, entre outras. O encontro de divulgação científica do instituto acontecerá de 5 a 8 de setembro, no Rio de Janeiro, e é composto por duas fases. Na primeira, os selecionados são convidados para o evento no início de setembro e apresentam sessões, conhecem referências internacionais na área, participam de workshops e formam redes de colaboração. Na segunda fase, os participantes das edições de 2018 e 2019 concorrem a recursos financeiros do instituto para realizar projetos voltados à promoção do pensamento e da cultura científica. Até 15 iniciativas serão contempladas com um apoio de R$ 100 mil, cada, para utilizar durante um ano. Nesta edição do Camp, a maior parte das atividades será aberta ao público. Detalhes sobre a programação serão divulgados em breve no site do evento. Flattr this!

OKBR participa de mesa sobre tecnologias políticas no Sesc

- June 7, 2019 in Open Knowledge Brasil

No dia 11/06, das 19h às 22h, a diretora-executiva da OKBR, Natália Mazotte, participa da mesa Tecnologias políticas com Pedro Burgos (Aos Fatos), Ana Clara Mielke (Intervozes) e mediação de Karol Coelho (Agência Mural). A atividade é parte do circuito “Tecnologias e Artes em Rede: Tecnologias Livres”, promovido pelo Sesc ao longo do mês de junho. O bate-papo será sobre projetos de tecnologias livres que têm objetivo de disponibilizar, facilitar o acesso a informações, dados públicos, democratizando a informação e promovendo políticas coletivas. A atividade acontece no Sesc Belenzinho (R. Padre Adelino, 1000 – Belenzinho) e você pode se inscrever para participar por meio deste link. Ao longo do mês, o Sesc promove mais de 130 cursos, oficinas, vivências, palestras e bate-papos na ação Tecnologias e Artes em Rede: Tecnologias Livres, que celebra maneiras alternativas de produção e troca de conhecimentos. Confira aqui a programação completa.   Flattr this!

Big data para o bem comum

- May 13, 2019 in Open Knowledge Brasil

Nos próximos dias 16 e 17 de maio, a Open Knowledge Brasil participa do evento “Big data para o bem comum“. A atividade é organizada pela Data-Pop Alliance, a University of Manchester e o FGVcemif com o propósito de articular ideias, debater com o público interessado, identificar oportunidades e formular propostas para possíveis projetos na área de “dados para o desenvolvimento e o bem-comum” no Brasil e conta com uma conferência aberta ao público. É possível se inscrever na parte da programação aberta ao público por meio deste link. A diretora-executiva da Open Knowledge Brasil, Natália Mazotte, estará presente no grupo de trabalho “Alfabetização de dados e ODS: EmpoderaData”, discutindo as prioridades e premências para a promoção da alfabetização de dados no contexto latino-americano, com foco no Brasil, Colômbia e México, a fim de contribuir para o desenvolvimento do projeto-piloto do EmpoderaData, realizado em parceria com a Universidade de Manchester. No grupo, também estarão presentes Jackie Carter, Diretora do Centro Q-Step da Universidade de Manchester; Vanessa Higgins, Diretora Suporte ao Usuário e Treinamento do UK Data Service e Universidade de Manchester e Valentina Casasbuenas, Coordenadora Captação de Recursos da Data Pop Alliance.   Flattr this!

Apoie a Escola de Dados!

- May 8, 2019 in Destaque, Escola de Dados

A Escola de Dados, o programa de alfabetização em dados da Open Knowledge Brasil, lançou, na última semana, sua primeira campanha de financiamento coletivo. Com a campanha, a Escola lança também de um programa de membros, anuncia novas turmas de cursos presenciais em 4 cidades, além de workshops, um ebook inédito e tutoriais gratuitos. Para apoiar e saber mais, acesse a página da campanha no Benfeitoria. Natália Mazotte – cofundadora da Escola de Dados no Brasil e diretora-executiva da OKBR – explica esta nova iniciativa: Se a Escola de Dados for bem-sucedida em sua campanha, pode ampliar suas metas e oferecer ainda mais conteúdos e formações para democratizar os conhecimentos relacionados ao manejo de dados no Brasil. Que tal? Apoie a Escola de Dados no Benfeitoria e a democratização do trabalho com dados no Brasil! Flattr this!

Como foi o mês de abril para a Operação Serenata de Amor – e o que vem por aí

- May 6, 2019 in Open Knowledge Brasil

A edição 25 do relatório da Operação Serenata de Amor já está disponível. Tudo o que aconteceu no projeto do Programa de Ciência de Dados para Inovação Cívica da Open Knowledge Brasil nesse último mês (abril) e o que vem por aí  –  a curto e longo prazo – estão presentes no documento, que você pode ler na íntegra aqui. Para adiantar um pouquinho o que você vai encontrar: a explicação que a Câmara dos Deputados deu sobre a ausência de disponibilização de alguns recibos digitalizados de comprovantes de gastos da cota parlamentar em seu site, a posição da Operação Serenata de Amor contra o sigilo arbitrário do Senado sobre despesas parlamentares, um texto contando por que o projeto (ainda) não atua nas contas do Senado e as melhorias técnicas que estão a caminho para a Serenata. Flattr this!

Como foi o mês de abril para a Operação Serenata de Amor – e o que vem por aí

- May 6, 2019 in Open Knowledge Brasil

A edição 25 do relatório da Operação Serenata de Amor já está disponível. Por meio dele, você pode ter acesso a tudo o que aconteceu no principal projeto do Programa de Ciência de Dados para Inovação Cívica da Open Knowledge Brasil em abril e o que vem por aí. Clique aqui para conferir a íntegra do relatório. Para adiantar um pouquinho do que tem por lá: a questão dos recibos digitalizados da cota parlamentar que não disponíveis no site da Câmara, a posição do projeto contra o sigilo arbitrário sobre despesas parlamentares, a explicação sobre o porquê de o projeto não trabalhar com as contas do Senado e as próximas melhorias técnicas da Serenata.   Flattr this!

23/03: segunda rodada de eventos do Open Data Day

- March 18, 2019 in colaboração, Dados Abertos, Gastos Abertos, governo aberto, Jornalismo de dados, Open Data Day, sociedade civil, transparência

Como já mencionamos antes, o Open Data Day é um momento anual onde todo o mundo debate e promove, por um dia, o uso de dados abertos. Em geral, acontecem eventos, workshops, fóruns online, hackatons e todo o tipo de atividade usando informação livre. O intuito da data é incentivar governos, empresas e a sociedade civil a usarem dados abertos em suas iniciativas. A gente explicou um pouco melhor o que é o dia neste texto aqui. Neste ano, o evento acontece pela nona vez e conta com uma peculiaridade. A data escolhida pela nossa rede internacional foi o dia 2 de março, sábado de carnaval. Sendo assim, os eventos comemorativos do Open Data Day foram agendados para o dia 9 e 23 de março. Já contamos um pouco do que aconteceu nas edições de Curitiba, Recife e Porto Alegre em um texto do nosso blog. Agora, Fortaleza e Natal se preparam para receber suas respectivas edições no dia 23/03. A edição de Natal conta com 7 palestras sobre dados abertos no contexto da saúde, gastos públicos, direito e governo aberto, além de um minicurso sobre Python para Open Data. Já a edição de Fortaleza conta com 4 debates, 4 oficinas sobre R e dados abertos e uma edição temática do Cerveja com Dados para encerrar o dia com chave de ouro. Fortaleza
Dia: 23/03
Hora: 09:00
Local: Casa da Cultura Digital (Rua dos Pacajus, 33 – Praia de Iracema).
Confira a programação completa na página de Facebook do evento ou no Instagram.
Natal
Dia: 23/03
Hora: 08:30
Local: IFRN Central (Avenida Senador Salgado Filho, 1559, Tirol).
Confira a programação completa e inscreva-se.
Flattr this!