You are browsing the archive for Eventos.

Quarta edição do principal evento de governo aberto do país acontecerá em Brasília

- October 31, 2019 in Destaque, Eventos, governo aberto

Pela quarta vez, o Encontro Brasileiro de Governo Aberto propõe discutir sobre as boas práticas e os desafios do governo aberto no Brasil e no mundo. Desta vez, o evento acontecerá na Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), em Brasília, nos dias 26 (terça) e 27 (quarta) de novembro. O evento, que acontece anualmente desde 2016, destaca as iniciativas, projetos e políticas públicas de governo aberto que reforçam a transparência, participação, colaboração, accountability e inovação, além da abertura de dados. Por meio de discussões e troca de boas práticas entre representantes do setor público, acadêmico e de organizações da sociedade civil, busca-se fomentar e multiplicar esses tipos de ação de governo aberto. As mesas redondas e palestras que compõem a programação do evento contam com a participação de pesquisadores, servidores públicos e representantes da sociedade civil que atuam com governo aberto no país. O Encontro é uma realização das seguintes entidades:, Artigo 19, Agenda Pública, Fast Food da Política, Movimento Acredito, Open Knowledge Brasil, Nic.br/Ceweb, Imaflora Instituto de Governo Aberto, Controladoria Geral da União (CGU), Controladoria Geral do Município de São Paulo (CGM) e Supervisão para Assuntos de Governo Aberto da Prefeitura Municipal de São Paulo, com o apoio da Open Government Partnership, do Fórum de Gestão Compartilhada de São Paulo e do Todos pela Educação. Esta edição do Encontro Brasileiro de Governo Aberto contará, ainda, com palestrantes internacionais. Entre eles, está Emilene Martinez, representante da Open Government Partnership na América Latina e no Caribe, Miguel Arana, ex-diretor de participação social da Prefeitura de Madrid e responsável por projetos participativos como o Consul, e um especialista em orçamentos participativos da International Budget Partnership. Consulte a programação do evento. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas aqui. Flattr this!

10 práticas de transparência e boa governança de 2018: Serenata é premiada no exterior

- October 8, 2019 in Destaque, Eventos, governo aberto, transparência

Em um evento que aconteceu no dia 02 de outubro em Madrid, a Telefónica e a revista Compromiso Empresarial anunciaram as 10 iniciativas reconhecidas como as melhores práticas de transparência e boa governança do ano de 2018 na Espanha e na América Latina. O processo aconteceu em duas etapas: entre as mais de 70 iniciativas inscritas o júri selecionou 20 semifinalistas, em seguida, com a ajuda de voto popular, foram escolhidas as 10 vencedoras:
  • Maldita.es (Espanha);
  • Serenata de Amor (Brasil);
  • Aplicación telemática T-Canaria (Espanha);
  • Boardchain (Espanha);
  • Veeduría ciudadana en La Guajira (Colômbia);
  • Zona de verificación de Newtral (Espanha);
  • Instituto para las Relaciones Laborales Transparentes (Espanha);
  • Informe de igualdad de género de Iberdrola (Espanha);
  • Modelo de gestión del Festival del Teatro Clásico de Mérida (Espanha);
  • E.V.A (‘Equal Vehicles for All’).
Leia a matéria completa no Compromiso Empresarial. Flattr this!

4º Encontro Brasileiro de Governo Aberto

- October 2, 2019 in Destaque, Eventos, governo aberto

Existe um campo emergente no Brasil que orbita em torno da ideia de Governo Aberto, com novas iniciativas, instrumentos e práticas, que possuem um grande potencial para promover um impulso democrático na governança das políticas públicas, na relação entre o Estado e a sociedade e no funcionamento dos órgãos públicos. O Encontro Brasileiro de Governo Aberto nasceu, em 2016, com o objetivo de criar um espaço de integração desse campo, pois apesar da existência de alguns eventos específicos com foco em participação, transparência, dados abertos ou tecnologia, ainda faltava um espaço comum para tod@s. O Encontro conta com os seguintes objetivos:
  • Integrar organizações da sociedade civil, órgãos públicos, pesquisadores, universidades, movimentos sociais que atuam com temas de governo aberto;
  • Debater os avanços e os desafios da promoção da transparência e do acesso à informação, da participação, da prestação de contas e do uso da tecnologia e inovação;
  • Apresentar e debater iniciativas, práticas e políticas de governo aberto, bem como as ações e os compromissos do Brasil junto a Open Government Partnership (OGP);
O 4º Encontro é organizado pelas seguintes entidades: Agenda Pública; Artigo 19; Ceweb.Br / Nic.Br; Controladoria Geral da União; Fast Food da Política Imaflora; Instituto de Governo Aberto; Movimento Acredito; Open Knowledge Brasil; Prefeitura do Município de São Paulo – Controladoria Geral do Município e Supervisão para Assuntos de Governo Aberto. O Evento tem apoio de: Open Government Partnership (OGP); Fórum de Gestão Compartilhada da Cidade de São Paulo A programação será disponibilizada em breve no site do 4º Encontro Brasileiro de Governo Aberto. Confirme presença e convide os amigos por meio do evento do Facebook. Flattr this!

OKBR participa do 9o Fórum da Internet no Brasil

- October 2, 2019 in Destaque, Eventos

O Fórum da Internet no Brasil e Pré IGF Brasileiro é promovido anualmente pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) desde 2011 e consiste em atividade preparatória para o Fórum de Governança da Internet (IGF), evento global promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Este ano, a 9edição do evento acontece entre os dias 01 e 04 de outubro, em Manaus (AM). O objetivo é incentivar representantes dos setores que o compõem a acompanharem e opinarem sobre as questões mais relevantes para a consolidação e expansão de uma Internet. Além das sessões principais, onde serão discutidos discutidos temas de grande importância para o desenvolvimento da Internet, a agenda do Fórum conta também com 27 workshops organizados por diferentes atores da sociedade com interesse no desenvolvimento da Internet no Brasil. Confira o site do evento. Fernanda Campagnucci, diretora-executiva da Open Knowledge Brasil (OKBR), fará parte do workshop “Design centrado nas pessoas e dados abertos na Web: inclusão e ética na Inteligência Artificial”. Neste workshop será discutida a importância de uma abordagem humanística em Inteligência Artificial para que os projetos desenvolvidos levem em consideração as reais necessidades humanas, incorporem valores éticos, respeitem diferenças culturais e eliminem discriminações. O tema envolve o conceito de dados abertos na Web e diferentes técnicas de design centrado nas pessoas em projetos de aprendizado de máquina para elaboração de sistemas mais justos e efetivos.   Detalhes sobre o workshop “Design centrado nas pessoas e dados abertos na Web: inclusão e ética na Inteligência Artificial” Dia: 04/10, horário: 16:30 – 18:00 Local: Salão D, Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques – Manaus (AM) Flattr this!

OKBR participa de painéis na maior conferência global de dados abertos

- September 28, 2018 in acesso à informação, colaboração, Conhecimento Livre, Dados Abertos, Escola de Dados, Eventos, Gastos Abertos, governo aberto, IODC, Open Knowledge Brasil, sociedade civil, transparência

A Open Knowledge Brasil marca presença na International Open Data Conference (IODC) deste ano, nos dias 27 e 28 de setembro, em Buenos Aires, na Argentina, e participa de debates sobre como ciência de dados pode promover inovação e gerar impacto no jornalismo e o uso de tecnologia para ampliar a participação social na política. Natália Mazotte, diretora-executiva da OKBR, vai apresentar projetos da organização nas mesas Open Data + Journalism, no dia 27 de setembro, e Open Data + Government Finances, no dia 28. Na mesa sobre jornalismo e dados abertos, ela fala sobre sua experiência à frente da Escola de Dados, programa da Open Knowledge Brasil voltado à alfabetização de dados para jornalistas e membros de organizações da sociedade civil. Também apresenta o Perfil Político, ferramenta lançada nesta semana e criada pelo programa de inovação cívica da OKBR, voltada para jornalistas e formadores de opinião construírem pautas a partir de comparações de históricos dos políticos que pleiteiam um cargo nas eleições 2018. Já no painel sobre gastos governamentais, uma das pautas é a Operação Serenata de Amor, projeto que integra nosso programa de inovação cívica e apresenta Rosie, a inteligência artificial criada pelo projeto para verificar gastos suspeitos da cota de exercício parlamentar, ao público da conferência. Flattr this!

OKBR debate a importância das tecnologias cívicas no Congresso Pacto pelo Brasil

- August 21, 2018 in Eventos, Parceiros

A Open Knowledge Brasil participa nessa quarta-feira, 22 de agosto, do “Dia da Tecnologia” no 2º Congresso Pacto pelo Brasil, promovido pelo Observatório Social do Brasil com instituições parceiras. A diretora da Open Knowledge Brasil, Natália Mazotte, vai participar do painel “Tecnologia à serviço da Transparência e Eficiência da Gestão” e apresentar a Operação Serenata de amor como case de sucesso em inovação cívica. A proposta da mesa é mostrar como a tecnologia pode facilitar e ajudar na transparência da informação e na eficiência da gestão pública.   A mesa contará ainda com a participação de Eduardo Gussen, responsável pelo “MP em Mapas” Ministério Público do Rio de Janeiro; Wesley Vaz Silva, Secretário de Gestão de Informações para o Controle Externo – TCU; Cristiano Ferri Soares de Faria, Fundador Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados; Bianca Vaz Mondo, Gerente do projeto Obra Transparente, na Transparência Brasil; Francisco Soeltl, vice-presidente de Tecnologia da Informação do OSB; e Armelindo Carraro, Presidente do Observatório Social de Chapecó. O segundo painel “Cidadania, Tecnologia e Gestão Pública”, será composto por Kevin Berry; Marcelo Vidal, Coordenador-Geral de Governo Aberto e Transparência do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União; Cláudio Gastal; e Stpehan Garcia, Fundador do Code for Brazil. O dia contará ainda com uma Mesa redonda sobre cooperação no planejamento de Ações Coletivas para criação da Central de Inteligência de Dados Públicos. Os participantes são: Stephan Garcia, Natália Mazotte, Francisco Soeltl, Marcelo Vidal, Wesley Vaz Silva e Fabiano Zucco, SEO da RCC Licitações. O Congresso Pacto pelo Brasil acontece de 20 a 23 de agosto em Curitiba-PR, com a temática “Governança, Integridade e Tecnologia”, e tem inscrições gratuitas. O evento é correalizado pelaa Open Knowledge Brasil, Alliance for Integrity, Pacto Global – Rede Brasil, Transparência Internacional (TI), Code For Brazil, Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU). Flattr this!

OKBR debate a importância das tecnologias cívicas no Congresso Pacto pelo Brasil

- August 21, 2018 in Eventos, Parceiros

A Open Knowledge Brasil participa nessa quarta-feira, 22 de agosto, do “Dia da Tecnologia” no 2º Congresso Pacto pelo Brasil, promovido pelo Observatório Social do Brasil com instituições parceiras. Natália Mazotte, diretora da Open Knowledge Brasil, vai participar do painel “Tecnologia a serviço da transparência e eficiência da gestão” e apresentar a Operação Serenata de Amor como case de sucesso em inovação cívica. A proposta da mesa é mostrar como a tecnologia pode facilitar e ajudar na transparência da informação e na eficiência da gestão pública.   A mesa contará ainda com a participação de Eduardo Gussen, responsável pelo “MP em Mapas” Ministério Público do Rio de Janeiro; Wesley Vaz Silva, Secretário de Gestão de Informações para o Controle Externo – TCU; Cristiano Ferri Soares de Faria, Fundador Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados; Bianca Vaz Mondo, Gerente do projeto Obra Transparente, na Transparência Brasil; Francisco Soeltl, vice-presidente de Tecnologia da Informação do OSB; e Armelindo Carraro, Presidente do Observatório Social de Chapecó. O segundo painel “Cidadania, tecnologia e gestão pública”, será composto por Kevin Berry; Marcelo Vidal, Coordenador-Geral de Governo Aberto e Transparência do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União; Cláudio Gastal; e Stpehan Garcia, Fundador do Code for Brazil. O dia contará ainda com uma mesa redonda sobre cooperação no planejamento de ações coletivas para criação da Central de Inteligência de Dados Públicos. Os participantes são: Stephan Garcia, Natália Mazotte, Francisco Soeltl, Marcelo Vidal, Wesley Vaz Silva e Fabiano Zucco, SEO da RCC Licitações. O Congresso Pacto pelo Brasil acontece de 20 a 23 de agosto em Curitiba-PR, com a temática “Governança, Integridade e Tecnologia”, e tem inscrições gratuitas. O evento é correalizado pela Open Knowledge Brasil, Alliance for Integrity, Pacto Global – Rede Brasil, Transparência Internacional (TI), Code For Brazil, Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU). Flattr this!

Transparência nas eleições é tema de debate em SP no dia 16/05

- May 11, 2018 in Eventos, Lei de Acesso, transparência

Em comemoração dos 6 anos da Lei de Acesso à Informação, a Rede pela Transparência e Participação Social (RETPS) organiza o debate “Transparência e Agenda Eleitoral: financiamento, campanhas e partidos”, na Câmara Municipal de São Paulo. O evento, que abordará os principais temas envolvendo transparência e eleições, será no dia 16/05, às 19h. Natália Mazotte, diretora-executiva da Open Knowledge Brasil, será mediadora da discussão, que vai abordar notícias falsas (“fake news”), financiamento de campanhas e a transparência na agenda eleitoral e nos partidos. Entre os participantes, estão Joara Marchezini, da ARTIGO 19; Luciano Santos, do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral; Ellen Aquino, pesquisadora do Instituto Tecnologia & Equidade; Marcelo Issa, do Movimento de Transparência Partidária; e o especialista em direito eleitoral Bruno Fagali. Confirme sua presença no evento. A RETPS é constituída por organizações da sociedade civil e cidadãos que atuam para ampliar a transparência do poder público, bem como para estimular a sociedade a participar e a exercer o controle social dos recursos e das políticas públicas. A Open Knowledge Brasil é uma das 19 organizações que integram a rede. Flattr this!

Como foi o #OpenDataDay2018 em Maceió e em Porto Alegre

- March 8, 2018 in colaboração, Conhecimento Livre, Dados Abertos, Eventos, governo, Internet, Jornalismo de dados, Lei de acesso à informação, Open Data Day, Open Knowledge Brasil, sociedade civil, transparência

Neste ano, o Open Data Day (Dia de Dados Abertos), celebrado no dia 3 de março, contou com 406 eventos registrados (segundo o mapa oficial do ODD). Para nós, da OKBR, essa iniciativa representa muito: é uma oportunidade verdadeira e prática para que pessoas do mundo inteiro possam ensinar e aprender sobre dados abertos. Significa fazer com que elas se empoderem e saibam mais que é possível tornar a sociedade mais transparente. Isso impulsiona a gente, o nosso trabalho. No Brasil, o dia contou com eventos em 9 cidades. Pra você ter o gostinho de como foi, Thiago Ávila, especialista em Transparência e Governo Aberto e orientador da equipe organizadora, conta um pouco sobre o ODD em Maceió (AL); e Marlise Brenol, professora da UFRGS e uma das organizadoras do evento, e Irio Musskopf, da equipe do Programa Ciência de Dados para Inovação Cívica da OKBR e fundador da Operação Serenata de Amor, dividem relatos sobre a edição em Porto Alegre (RS) do evento.   EM MACEIÓ (AL) O Open Data Day Maceió, ao contrário dos demais eventos, começou no dia 2 de março, seguindo até o dia 3. Representantes da academia, governo e setor privado interagiram em discussões sobre o uso de dados abertos para negócios e melhoria do cotidiano das pessoas. Thiago Ávila, especialista em Transparência e Governo Aberto, abriu o evento explicando o que são os dados abertos. Na palestra, ele apresentou conceitos e diversas bases de dados abertas disponíveis no Brasil e no mundo. Na sequência, as Secretarias de Planejamento e de Fazenda de Alagoas apresentaram suas bases de dados abertas. A SEFAZ disponibiliza APIs sobre os preços dos produtos comercializados nos estabelecimentos comerciais de Alagoas, dados sobre situação do contribuinte, dentre outros dados disponíveis no site (sefazal.github.io). Já a SEPLAG, além de coordenar o Portal Estadual de Dados Abertos em Alagoas (www.dados.al.gov.br), abriu os dados do Guia de Serviços do Governo de Alagoas  (www.servicos.al.gov.br), plataforma que cataloga os serviços governamentais. O encontro contou com palestras que preparam os participantes para um Hackathon – maratona de desenvolvimento de soluções baseados em dados abertos. Teve palestra sobre ferramentas de consumo de dados abertos, como as Qlikview, Qliksense e Pentaho. E a oficina de Modelo de Negócio com Canvas e de Raspagem de Dados, com a ferramenta Webscrapy. A equipe TurAdvise, formada por professores e alunos do Instituto Federal de Alagoas, venceu o hackathon. A aplicação tem como objetivo, a partir da base de dados abertos de atrativos turísticos de Alagoas, associar aos estabelecimentos que ofertam produtos e serviços nestes equipamentos, proporcionando um conhecimento especializado da oferta turística em Alagoas bem como incentivando os comerciantes a melhorarem os dados que informam a Secretaria da Fazenda – tais dados serão usados para melhorar a sua visibilidade no aplicativo.   EM PORTO ALEGRE (RS) Em Porto Alegre, o ODD contou com troca de conhecimentos sobre transparência pública como ferramenta para a democracia. O encontro aconteceu na sede da Unisinos e teve a participação de 65 pessoas interessadas na publicidade dos dados governamentais em ano eleitoral. Têmis Limberger, professora da Unisinos e procuradora do Ministério Público Estadual, foi a primeira a se apresentar. Ela deu uma aula sobre a Lei de Acesso à Informação e avaliação de transparência governamental:  “O que é a Lei de Acesso à Informação (LAI) e como ela se compara com o resto do mundo? Criação de rankings globais de transparência. Por que normalmente vemos países nórdicos no topo de qualquer ranking? Suécia, por exemplo, teve a sua própria LAI criada em 1266. Não é à toa que a Operação Serenata de Amor foi nomeada a partir de um caso de corrupção sueco.” “A compreensão da lei ajuda a cobrar e fiscalizar a adaptação dos órgãos públicos aos preceitos exigidos pela norma como publicação de um site interativo, disponibilidade de serviço de atendimento ao cidadão e fornecimento dos dados em formatos legíveis por máquinas”, diz Marlise Brenol, professora da UFRGS e uma das organizadoras do evento. Para falar sobre esse tema, o evento contou com a participação da Liliana Barcellos, subchefe de Ética da Casa Civil, e  Francine Ledur, auditora pública externa do TCE-RS. O governo do Rio Grande do Sul lançou recentemente o seu próprio site de dados abertos e reuniu coleções de dados de pesquisas realizadas pela Fundação de Economia e Estatística e outras do portal de transparência do Estado. Francine mostrou o estudo do TCE-RS que avalia a adaptação dos 497 municípios gaúchos à lei e o papel educador e orientador que  o tribunal de contas desempenha para garantir a inclusão dos dados por prefeituras. Em 2012, metade das Câmaras municipais não tinha site. Com uma metodologia que classifica cada Câmara em 80 critérios, a força-tarefa para avaliar os municípios vem alcançando melhorias a cada ano. Um auditor avalia o mesmo critério em todos os municípios para garantir que saberá como comparar entre um e outro. Francine fez dois pedidos à comunidade: – Fazer um fork do Plone para prefeituras, isto é, clonar a ferramenta para que cada uma delas possa utilizá-la de seu modo. O TCE-RS pode ajudar definindo o que é necessário em cada site; – Automatizar avaliação. Da mesma forma que temos sites para avaliar em diversos critérios a acessibilidade de um site e mostrar como as deficiências podem ser corrigidas, a ideia é criar isso para sites de Câmaras municipais. O uso de dados abertos no jornalismo também foi discutido. Em mesa mediada por Luciana Mielniczuk*, professora de jornalismo da UFRGS, os jornalistas Juliana Bublitz, do jornal Zero Hora, Livia Araújo, do Jornal do Comércio, e Francisco Amorin, da UFRGS e UniRitter, relataram suas experiências com o uso de dados abertos e portais de transparência na elaboração de notícias. Para acompanhar mais anotações do evento em Porto Alegre, confira o texto do Irio Musskopf.   E QUE VENHA ODD 2019 A Open Knowledge Brasil espera que no próximo ano, cada vez mais pessoas possam participar do Open Data Day, tornando a discussão sobre dados abertos ainda mais eficiente no país! *Luciana Mielniczuk faleceu no início desta semana. Nossos sentimentos a seus familiares, amigos e alunos. Flattr this!

Participe do Open Data Day 2018 no dia 3 de março!

- January 31, 2018 in colaboração, Conhecimento Livre, Dados Abertos, Destaque, Eventos, Gastos Abertos, governo, Open Data Day, Open Knowledge Brasil, participação, sociedade civil

Uma data para aprender, pensar e criar alternativas para uma vida melhor por meio de dados abertos. O Open Data Day é uma celebração anual de dados abertos em todo o mundo. Grupos de diversos países realizam eventos locais no dia em que usarão dados abertos em suas comunidades. É uma oportunidade para mostrar os benefícios de dados abertos e incentivar a adoção de políticas de dados abertos no governo, nas empresas e na sociedade civil. O Open Data Day 2018 irá acontecer no dia 3 de março (sábado) e o foco será em quatro áreas onde os dados abertos podem ser uma solução: pesquisa em dados abertos, rastreamento de fluxos de dinheiro, mapeamento aberto, dados pela igualdade de desenvolvimento. No mapa dos eventos do ODD, você localiza os encontros que vão acontecer. Por enquanto, no Brasil, os seguintes eventos já estão marcados: ODD em Brasília (DF), Open Data Day Maceió, Open Data Day Salvador. Quem pode participar Todo mundo pode participar do Open Data Day. Quanto mais gente quiser se envolver nas atividades, melhor! Se você quer buscar um projeto interessante para contribuir,  tem alguma ideia para usar dados abertos, aprender como visualizar ou analisar dados ou simplesmente quer ver o que está acontecendo, participe. Todos são livres para expressar suas opiniões de forma construtiva. Como participar A Open Knowledge Internacional dá recursos para quem quiser participar ou organizar um evento do Open Data Day. Se você precisa se inspirar ou não sabe onde encontrar os dados, confira os recursos para os eventos de 2018. O site oficial traz também um mapa com todos os eventos registrados em diversos países. Além disso, a Open Knowledge Brasil oferece apoio na divulgação do ODD. Caso esteja pensando em organizar o evento na sua cidade, envie pra gente via mensagem no Facebook. Com informações do site oficial do Open Data Day. Flattr this!