You are browsing the archive for política.

Plataformas e aplicativos cívicos que podem ajudar o eleitor brasileiro em 2018

- March 2, 2018 in colaboração, Dados Abertos, Destaque, eleições, governo, Open Knowledge Brasil, participação, política, sociedade civil, transparência

As eleições de 2018 prometem dar muito pano para a manga. A profusão de bots, perfis falsos e fake news em quase todo o espectro político certamente já se desenham como desafios para o pleito deste ano. Algumas dessas tecnologias vêm sendo usadas de forma antiética e desonesta. Por vezes, desinformando o público e causando ruído no debate político democrático, como foi observado nas eleições estadunidenses de 2016, no plebiscito sobre a saída da Inglaterra da União Europeia – o famoso Brexit, e nas discussões sobre o acordo de paz na Colômbia. É nesse sentido que a Open Knowledge Brasil faz parte, junto a outras organizações, do movimento #NãoValeTudo, a favor do uso ético da tecnologia nas eleições brasileiras de 2018. E é por isso também que resolvemos fazer a série “De olho nas eleições” – para destacar alguns aplicativos e plataformas cívicas que podem ajudar os eleitores brasileiros na escolha de seus candidatos. Além dos problemas que citamos acima, a boa e velha questão da transparência na prestação das contas de campanhas eleitorais ainda se faz presente. Uma das iniciativas que busca ajudar nesta questão é o Voto Legal, plataforma que visa promover campanhas políticas mais baratas, garantir a transparência entre doadores (pessoas físicas) e candidatos e fortalecer o engajamento de pessoas físicas em campanhas políticas. Idealizada pelo MCCE (Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral) e pelo AppCívico, em parceria com diversas organizações da sociedade civil e com o apoio do Instituto Arapyaú e da Open Society Foundation, a ideia da iniciativa também é oferecer uma forma mais ágil no processo de doação e promover a prestação de contas dos candidatos e o monitoramento cidadão do financiamento das campanhas. Conhece alguma iniciativa que se propõe a ajudar os eleitores a realizar um voto mais informado e qualificado? Que ajude a conhecer melhor os candidatos em 2018? Colabore com a nossa série compartilhando um app ou plataforma no levantamento que criamos. A ideia é reunir e facilitar o acesso a essas iniciativas.   Flattr this!

Democracia e Internet: um novo ecossistema da participação Social

- July 20, 2015 in Ariel Kogan, Debate, democracia, Destaque, Eventos, governo aberto, hackativismo, Marina Silva, Milton Jung, participação, Partido del la Red, política, Santiago Siri, Sociedade

Estão surgindo diversas iniciativas pelo mundo afora que buscam aproximar os cidadãos da construção do que é público. A Internet aparece como coluna vertebral deste movimento de construção coletiva e colaborativa. Este será o tema do debate da próxima quinta-feira, dia 23 de Julho às 19h no Centro Cultural São Paulo promovido pelo Eu Voto, projeto da Open Knowledge Brasil. O evento vai contar com a participação de Santiago Siri (fundador do Partido de La Red na Argentina), Marina Silva (ex- senadora e ex-ministra de Meio Ambiente) e mediação de Milton Jung (âncora da CBN e um dos criadores do Adote um Vereador). As diversas manifestações acontecidas nos últimos anos no Brasil (e no mundo) mostram de forma clara um anseio da população por acompanhar mais de perto e participar de maneira efetiva das decisões e da construção de questões de interesse público. Esta situação apresenta um território fértil para a inovação e a construção de ferramentas que favorecem a aproximação de qualquer cidadão com a elaboração, implementação e acompanhamento de políticas públicas. evento-ccsp-final-01 (comprido)No mundo todo vem sendo construídas diversas soluções que compõem um novo ecossistema de acompanhamento e participação cidadã. A implementação e promoção destes processos inéditos no legislativo e executivo municipal brasileiro pode significar um avanço importante no aprimoramento dos mecanismos de consulta à cidadania, tomada de decisões e construção de um diálogo social mais amplo e aberto, além de conectar e fortalecer a relação com experiências que vêm sendo desenvolvidas em diversas partes do mundo. A plataforma Eu Voto, por exemplo, possibilita que o participante indique as opções “Sim”, “Não” ou “Abstenção” ou deixe comentários e sugestões para cada um dos projetos de lei inseridos e que estão em tramitação na Câmara Municipal de São Paulo. A própria comunidade ajuda a regular a relevância dos comentários publicados. A “votação” pode ser feita pelo site euvoto.org, em celulares e tablets. A ideia é que a participação popular na plataforma coloque os projetos de lei votados pelos cidadãos na pauta da opinião pública para dar visibilidade às questões que têm impacto no cotidiano da população. Depois de colocar em discussão o Parque Minhocão, o Eu Voto colocou para participação popular os Projetos de Lei (PL) 79/2013, que propõem mudar a responsabilidade pela manutenção e adaptações das calçadas pela prefeitura de São Paulo e busca padronizar as regras para o município, e o PL 239/2013, que Cria a Gestão Participativa para Praças. Textos, de autoria dos vereadores Andrea Matarazzo e Nabil Bonduki, respectivamente. Alguns vereadores, como Ricardo Young, inclusive já criaram seu próprio perfil na plataforma e estão dialogando com os usuários em relação aos projetos de lei da sua autoria. A pergunta que surge e queremos debater na próxima quinta-feira é: Quais os desafios para uma maior participação cidadã através de novas ferramentas tecnológicas nos processos de decisão, construção e implementação de políticas públicas? Mais informações Flattr this!